Política & Poder

Relator de reforma recua e decide excluir ‘superpoderes’ para chefe da PF

O parlamentar apontou que o trecho estava errado e afirmou que ele próprio estranhou quando leu a indicação no documento

Após delegados da Polícia Federal externarem preocupação com o substitutivo da reforma administrativa apresentado nesta terça-feira, 31, o relator da proposta, deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA), afirmou que vai apresentar um novo texto, excluindo trecho que previa que o diretor-geral da corporação teria a atribuição de designar os delegados para presidir inquéritos.

O parlamentar apontou que o trecho estava errado e afirmou que ele próprio estranhou quando leu a indicação no documento. Segundo Maia, o trecho foi ‘um erro de comunicação’.

Delegados ouvidos pelo Estadão haviam apontado que a proposta apresentada por Maia “fragiliza policiais que estão na direção de inquéritos sensíveis e de interesse do Palácio do Planalto”.

A preocupação está relacionada a trecho do substitutivo que prevê que “os inquéritos policiais serão conduzidos por delegados integrantes da carreira nele referida, designados pelo diretor-geral”.

Na avaliação da delegada Tania Prado, presidente da Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal e do sindicato paulista da classe, o texto prevê que a atuação do delegado da PF passe a ser uma “função que pode ser retirada”, o que viola os princípios da impessoalidade e da probidade da administração pública.

Na mesma linha, o delegado Edvandir Paiva, da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal avalia que a proposta de mudança no artigo 144 da Constituição- que dispõe sobre o trabalho da Polícia Federal, parece deixar o diretor-geral da corporação como alguém que vai escolher quem conduz a investigação. “Isso não é algo republicano, não funciona em nenhum órgão”, afirmou.

Matéria publicada em 1 de setembro de 2021 22:34

Marcus Eduardo Pereira

Notícias Recentes

Durante gravação o clima esquenta entre Diego Alemão e Kleber Bambam

A briga entre eles foi tão feia que o fisiculturista acabou quebrando diversos equipamentos de filmagem da Band.

29 de fevereiro de 2024

Setor de eventos alega que Perse custou apenas R$ 6,5 bilhões

Pesquisa da Tendências Consultoria, encomendado pelo setor, revela contradição aos R$ 17 bilhões apresentados pelo Governo Federal

29 de fevereiro de 2024

G20: dirigente do BCE afirma ser necessário encontrar solução legal sólida para ativos russos

Os comentários foram realizados durante coletiva de imprensa nos arredores do G20 Brasil, ao lado do ministro das Finanças da…

29 de fevereiro de 2024

Pogba, da Juventus, é suspenso por quatro anos por doping na Itália

O jogador de 30 anos foi punido por um tribunal antidoping da Itália por ter testado positivo para testosterona em…

29 de fevereiro de 2024

Presidência do G20 buscará uma declaração sobre tributação internacional até julho, diz Haddad

"Se unirmos esforços e levarmos em conta as pesquisas mais avançadas na área, podemos continuar avançando em nossa cooperação"

29 de fevereiro de 2024

Quem acumulou a maior fortuna na carreira esportiva, Neymar ou Ayrton Senna?

Neymar é o 17º atleta do mundo em faturamento, mas o grande Ayrton Senna estaria no mesmo patamar

29 de fevereiro de 2024

This website uses cookies.