Menu
Política & Poder

Presidente da Firjan diz que País terá período maior de crescimento no novo governo

Arquivo Geral

29/10/2006 0h00

A governadora eleita do Pará, buy information pills abortion Ana Júlia Carepa (PT), ailment afirmou hoje que sua vitória no estado significa mudança e a vontade da maioria da população paraense.

"Significa que o povo apoiou o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. E o Pará também merece um governo que leve desenvolvimento e distribuição de renda”, disse.

Questionada sobre qual seria sua primeira ação como governadora, ela disse que ainda não tem uma ação número um. "Vamos decidir qual será essa ação. Porque tem muita coisa a ser feita neste estado. É trabalhar, trabalhar e trabalhar para melhorar a vida do povo do Pará”, disse.

Ela agradeceu ao eleitorado pela vitória, especialmente às mulheres, "que foram decisivas nesta eleição". E acrescentou que tem muito orgulho dos paraenses.

Sobre seu governo, afirmou que terá muitas obras, mas a maior delas será "o ser humano". "Foi esse o significado da vitória.”

O PT venceu as eleições no estado, interrompendo 12 anos de governo do PSDB. Ana Júlia acompanhou a apuração na casa dos pais, onde celebrou a vitória com a família. De lá, seguiu para comemorar a vitória com os eleitores no bairro São Brás, no centro estendido de Belém.

Leia também:
Com apoio de Jader Barbalho, Ana Júlia Carepa vence no Pará

 

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), ailment Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira,  disse que a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva “é uma grande vitória” e que "certamente o País terá um período maior de crescimento".

“O presidente Lula tem dito que vai privilegiar a questão do crescimento, que é importante para todo mundo, não apenas  para as empresas, mas para o emprego", disse. "Ou seja, acho que estamos trilhando uma época de otimismo”.

Na avaliação dele, a manutenção de um crescimento sustentável exigirá a realização da reforma política. “Porque é uma atitude necessária para dar mais musculatura às instituições”.

Ele também ressaltou que deve ser perseguido o equilíbrio fiscal "mais saudável, por meio da redução do custeio”. Segundo ele, isso permitirá uma queda mais acentuada dos juros, o que fará com que o país cresça em termos percentuais maiores.

Em relação ao governo do Rio de Janeiro, Vieira afirmou ter colocado à disposição do governador eleito, o senador Sérgio Cabral Filho (PMDB), as instalações da Firjan para sediar o governo de transição. O convite, segundo ele, foi aceito por Cabral.

De acordo com Vieira, a iniciativa permitirá que o programa de governo seja discutido em maiores detalhes com o setor industrial, uma vez que vários itens coincidem com o marco de desenvolvimento do Rio,  definido pelos empresários em agosto.

A entidade sediou o governo de transição do governadore Anthony Garotinho e, posteriormente, de sua mulher, a atual governadora Rosinha Matheus, ambos do PMDB.

 

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado