Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

‘Peço desculpas’, diz deputado que quebrou placa sobre Dia da Consciência Negra na Câmara

O deputado, que quebrou a placa em 2019, pediu desculpas após passar pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados

Camilla Mattoso

São Paulo, SP

Após o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovar na quinta-feira (26) a continuidade do processo disciplinar contra ele, o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) pediu desculpa por ter quebrado, em 2019, uma placa com charge de uma exposição em homenagem ao Dia da Consciência.
O deputado foi parar no Conselho após o Partido dos Trabalhadores (PT) representar com ele pela quebra do cartunista Latuff. A peça mostrava um policial com uma arma nas mãos se afastando após atirar em um jovem algemado. À época, a atitude foi rechaçada por diversos parlamentares e pelo próprio cartunista.

“Peço desculpas em ter excedido em minhas atitudes”, diz agora o deputado.
Ao se desculpar, Coronel Tadeu afirma que se excedeu pelo fato da charge associar a Polícia Militar, corporação da qual ele faz parte, ao genocídio de negros. Para ele, seria cruel generalizar que a polícia é violenta. “E aqui repito, excedi no meu comportamento, mas destaco que erros referentes às atividades profissionais não podem ser generalizadas”, diz ele.

As informações são da Folhapress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar