Menu
Política & Poder

Lula convida governadores ao Planalto para marcar um ano dos ataques de 8/1

No dia seguinte aos ataques de 8 de janeiro deste ano, Lula reuniu governadores no Palácio do Planalto e realizou um ato contra a ação dos radicais

Redação Jornal de Brasília

12/12/2023 16h37

Foto: Sergio Lima / AFP

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva convidou governadores nesta terça-feira,12, para um ato no próximo dia 8 de janeiro para marcar um ano dos ataques às sedes dos poderes. De acordo com Lula, os ataques foram uma tentativa de golpe, que foi debelada.

“Estou convidando todos os governadores porque no dia 8 de janeiro nós vamos fazer um ato aqui em Brasília para lembrar o povo que tentou-se dar um golpe dia 8 de janeiro e que ele foi debelado pela democracia desse país”, declarou o presidente da República.

“Pretendo ter todos os governadores aqui, deputados, senadores, empresários, para a gente nunca mais deixar as pessoas colocarem em dúvida que o regime democrático é a única coisa que dá certeza das instituições funcionarem e o povo ter acesso a participar da riqueza que ele produz. O restante é balela”, disse Lula.

O presidente deu as declarações em solenidade no Palácio do Planalto sobre financiamento de obras nos Estados por bancos federais – como Caixa, Banco do Brasil e BNDES. Havia quatro governadores presentes, os lulistas Helder Barbalho (MDB-PA) e Fábio Mitidieri (PSD-SE), e os bolsonaristas Edurado Riedel (PSDB-MS) e Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP).

No dia seguinte aos ataques de 8 de janeiro deste ano, Lula reuniu governadores no Palácio do Planalto e realizou um ato contra a ação dos radicais. Junto com outros políticos e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), eles atravessaram a Praça dos Três Poderes a pé para visitar a sede depredada da Corte.

Estadão Conteúdo

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado