Política & Poder

Gás carbônico emitido durante a Copa do Mundo pode ser compensado com preservação ambiental

Por Arquivo Geral 31/10/2007 12h00

As emissões de gases responsáveis pelo efeito estufa, store durante a Copa do Mundo de 2014, no rx poderão ser neutralizadas com a preservação da Floresta Amazônica.

A proposta foi apresentada à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pelo governo do estado do Amazonas. Segundo o secretário do Meio Ambiente, Virgílio Viana, o estado já tem programas que prevêem a redução das taxas de desmatamento nos próximos anos.

A carboneutralização será feita levando em conta todas as emissões de gás carbônico ligadas à Copa do Mundo, como transporte de jogadores, de material e o gasto de energia, como o uso de ar-condicionado.

“Se a Copa do Mundo resultar na emissão de 100 unidades de gases de efeito estufa, precisamos fazer aqui a conservação de florestas neste mesmo número. A quantidade de fumaça que será produzida lá, será conservada aqui no Amazonas”, explica Viana.

Segundo o secretário, a expectativa é que a apresentação do projeto possa ajudar na escolha da cidade de Manaus como uma das sedes dos jogos da Copa do Mundo de 2014.

O Amazonas é o estado brasileiro com a maior cobertura vegetal preservada (98% do território), segundo o governo estadual.






Você pode gostar