Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Eletrobras: oferta deve sair até o dia 15/06

Para a decisão, foi feita análise dos parâmetros do preço mínimo da oferta das ações, que seriam ao menos R$ 25 bilhões

Mesmo com a aprovação do Tribunal de Contas da União (TCU) a privatização da Eletrobras, ainda existem diversos passos a serem cumpridos, como a análise da empresa sobre as deliberações do tribunal às alterações nos termos que já haviam sido aprovados pelo governo e acionistas.

Ainda assim, uma fonte ouvida pela Reuters disse que o cronograma deve ser definido até o começo da próxima semana e a oferta deve ser feita até o próximo dia 15. “Vamos realizar (a oferta) até 15 de junho e a ideia é detalhar o cronograma até segunda-feira”, disse.

Privatização

A privatização da estatal foi aprovada ontem (18), por sete votos a um. Para a decisão, foi feita análise dos parâmetros do preço mínimo da oferta das ações, que seriam ao menos R$ 25 bilhões, segundo o Governo Federal.

O revisor do processo, o ministro Vital do Rêgo, foi o único a votar contra a proposta e propôs, já durante o julgamento, paralisação. A sugestão foi rejeitada. “Mesmo sendo derrotado em termos de votos deste plenário, entendo e aceito a decisão da maioria… Mesmo não entendendo o posicionamento dela”, disse Vital.

Além do relator do caso, o ministro Aroldo Cedraz, os ministros Antonio Anastasia, Augusto Nardes, Benjamin Zymler, Bruno Dantas, Jorge Oliveira e Walton Alencar também se colocaram à favor da privatização.








Você pode gostar