Política & Poder

Carlos Bolsonaro nega que tenha furado fila para se imunizar: “Não tomei vacina alguma”

Vereador disse que se medicará com ivermectina “quando e se um dia necessário”. Medicamento não é eficaz contra a doença

Por Willian Matos 22/01/2021 11h33
Carlos Bolsonaro, son of Brazil’s President-elect Jair Bolsonaro, is pictured during his visit to the Superior Court of Labour in Brasilia, on November 13, 2018. – Brazil’s President-elect Jair Bolsonaro takes office on January 1, 2019. (Photo by Sergio LIMA / AFP)

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) foi ao Twitter nesta sexta-feira (22) para negar que tenha furado fila para se vacinar contra a covid-19 no Rio de Janeiro. “Não tomei vacina alguma”, disse Carlos.

O filho do presidente Jair Bolsonaro disse ainda que se medicará com ivermectina “quando e se um dia necessário para o tratamento adequado”. O medicamento não é eficaz contra o novo coronavírus, atesta a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A informação de que Carlos teria se vacinado veio de um perfil no Twitter que se identifica como jornalista Mauro Cerullo. Ele dá crédito à Rádio Litoral FM e diz que o vereador esteve no Hospital Central do Exército (HCE), no Rio de Janeiro, onde teria se vacinado. Quanto a isso, o “filho 02” respondeu de maneira agressiva:

“A única coisa que devo ter furado deve ter sido a mãe de quem divulga mais uma fake news de nível global e diária! A escória não vive sem mentir e manipular!”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ressalta-se que a Rádio Litoral FM, a quem o suposto jornalista creditou a informação da vacinação de Carlos, não possui em seus veículos nenhum dado a respeito.






Você pode gostar