Opinião

Opinião: A nova face da epidemia no Brasil

Com esses números explosivos de infecções, podem surgir cada vez mais variantes do SARS-COV-2, que pode comprometer as vacinas

Foto: Mohammed ABED / AFP

Por Julival Ribeiro*

A epidemiologia da Covid-19, mudou em relação a primeira onda: além das pessoas idosas e com comorbidades, estão sendo acometidas pessoas jovens, que estão desenvolvendo casos graves e precisando de UTI. Os jovens permanecem mais tempo na UTI, pois, geralmente são mais saudáveis e com isso aumentando a permanência do período de internação.

A mortalidade para quem precisa de UTI é mais de 50 % .Outros pacientes quando recebem alta da UTI e depois vão para casa, morrem por complicações da Covid-19. Além da síndrome pós-Covid-19, que pode comprometer vários sistemas do nosso organismo.

O mundo está observando a situação no Brasil, devido ao descontrole da epidemia. Pois , com esses números explosivos de infecções, podem surgir cada vez mais variantes do SARS-COV-2, que pode comprometer as vacinas.

Algumas dessas variantes, tais como, a de Manaus, evade o sistema de proteção do nosso organismo e pode levar a reinfecção. Além do que tanto as variantes do Reino Unido, Manaus e da África do Sul são mais transmissíveis. Logo algumas dessas cepas já estão circulando na comunidade e como ocorreu entre outros países, provavelmente ela será responsável, em poucas semanas, pela a maioria dos casos de Covid-19 no Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outra preocupação, é que não fazemos sequenciamento do SARS-COV-2, como deveria, para se ter uma noção da distribuição dessas novas variantes no Brasil. Portanto, nesse momento só vamos ter sucesso se aderimos as medidas restritivas e preventivas e vacinação em massa. Não há nesse momento, nenhum tratamento precoce e antiviral para se tratar a Covid-19. Pense, porque nos EUA, Alemanha e Reino Unido entre outros países não indicam o tratamento precoce !!! Porém, lutam desesperadamente para vacinar a população !

AOS NEGACIONISTAS, QUE DEUS TENHA PIEDADE DELES, POIS, COMO MÉDICO, 40 ANOS DE FORMADO, NUNCA VI TANTA FRIEZA E INSENSIBILIDADE NAS PESSOAS, DIANTE DE MAIS DE 200 MIL MORTES QUE ACOMETARAM, NOSSOS ENTES QUERIDOS.

Acredite, que somente com a vacinação em massa da população, testes de RT-PCR ( para o diagnóstico e isolamento dessas pessoas e rastreamentos do (s) contatos, aderência as medidas restritivas e usando máscara cobrindo nariz e boca, higienizar as mãos e evitar as aglomerações iremos vencer essa pandemia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Todos aderindo a essas medidas vamos evitar um colapso total quer do sistema público e privado de saúde no Brasil. Lembrar que leitos de UTI são finitos e que além da Covid-19, temos outras doenças que precisam de UTI em caráter de urgência.

INFELIZMENTE NO BRASIL, JÁ ESTÁ SE ESCOLHENDO, QUEM VAI PARA UTI DEVIDO A FALTA DE LEITOS.

*Dr. Julival Ribeiro – PhD – DF

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar