Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Novavax participará de estudo de Oxford que combina diferentes vacinas

Ou seja, a vacina usada na primeira dose será distinta da empregada na segunda dose

A farmacêutica Novavax informou nesta quarta-feira, 14, que seu imunizante contra o coronavírus fará parte da fase 2 de um estudo conduzido pela Universidade de Oxford “para avaliar o potencial de regimes combinados que misturam vacinas de diferentes fabricantes para obter proteção imunológica contra Covid-19”. Ou seja, a vacina usada na primeira dose será distinta da empregada na segunda dose.

O ensaio incluirá 1.050 participantes, com 50 anos ou mais, que receberam a primeira dose da vacina oito a 12 semanas antes, disse a empresa. “Os participantes voluntários do estudo receberão uma das quatro vacinas diferentes como uma segunda dose”, explicou a Novavax. “A pesquisa vai comparar as respostas do sistema imunológico daqueles que recebem um regime heterólogo com aqueles que recebem um regime homólogo.”

De acordo com o professor associado de pediatria e vacinologia da Universidade de Oxford e pesquisador-chefe do ensaio, Matthew Snape, o foco dos estudos é identificar se as vacinas contra a covid-19 podem ser usadas de forma mais flexível.

“Se pudermos mostrar que esses esquemas mistos geram uma resposta imunológica tão boa quanto os cronogramas padrão, isso pode permitir que mais pessoas concluam seu curso de imunização contra a covid-19 mais rapidamente”, acrescentou Snape. Fonte: Dow Jones Newswires

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar