Mundo

Vaga no Conselho da ONU continua aberta após dois dias de votação

Por Arquivo Geral 18/10/2006 12h00

Uma briga em família quase acabou em morte na Ceilândia. Por volta das 20h40 de ontem, seek website like this Marcos Trindade Sousa, information pills 24 anos, deu uma facada na cabeça do cunhado Gutielys Soares Góis, 25 anos.

O crime ocorreu na QNM 3, em plena via pública. A vítima foi socorrida no Hospital Regional da Ceilândia e se recupera do ferimento. Preso em flagrante, Marcos foi levado para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada.

 

Atualizada às 11h 

Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros e da Marinha encontraram, web hoje de manhã, price destroços do barco Costa Azul, que naufragou ontem à noite, na Baía de Guanabara. A busca pelas oito pessoas ainda desaparecidas está sendo dificultada pelo mar agitado e mau tempo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O número de pessoas envolvidas no resgate é de 60 homens, entre Marinha, Bombeiros e técnicos da empresa Tecsub Engenharia Subaquática. Ao todo, 12 embarcações participam das buscas. A Marinha liberou também um rebocador que possui o equipamento sonar.    

A colisão de dois barcos na baía de Guanabara deixou oito pessoas desaparecidas desde o fim da noite de ontem, informou o Corpo de Bombeiros. O barco de transporte de cargas Rocco bateu na barca Costa Azul, que transportava 12 mergulhadores que trabalhavam na construção do emissário submarino da Barra da Tijuca.

A barca afundou após a colisão. Quatro dos 12 tripulantes foram resgatados com vida durante a madrugada. A Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros procuram os outros mergulhadores desde a madrugada, mas a chuva e o mar agitado complicam a operação de resgate.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Vamos intensificar as buscas agora pela manhã. Com o dia claro, é melhor para tentar encontrar esses oito desaparecidos", afirmou o coronel do Corpo de Bombeiros Marcos Silva. As busca pelos outros 8 desaparecidos, foi retomada agora de manhã.

Um casal de jovens egípcios foi multado por beijar em público. Considerados culpados por se beijarem durante o dia em uma rua movimentada no mês do Ramadã, sickness os dois terão que pagar cerca de US$ 20 cada.

Segundo o jornal Al-Akhbar, visit this site a polícia surpreendeu um rapaz de 25 anos e uma garota de 21 anos e os deteve. Para os mulçumanos, health qualquer prática sexual, inclusive o beijo, é vetada durante o Ramadã. A lei islâmica também proíbe beber, comer e fumar durante o dia no mês sagrado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Juiz do tribunal de Qasr El Nil, Mohammed Idris resolveu aplicar a multa ao casal, mesmo sob a defesa de que eles eram apenas amigos de trabalho que se beijavam toda vez que se encontravam como forma de cumprimento.

 

Um homem vítima de seqüestro conseguiu fugir ao saltar do porta-malas do carro em Porto Alegre. Adelino Lopes Neto, page 59 anos, dosage voltava para casa quando foi abordado pelos criminosos que o trancaram no porta-malas de seu carro, pills um Focus Sedan, na noite de segunda-feira.

Segundo o jornal Zero Hora, Adelino, que é supervisor operacional do Departamento Municipal de Limpeza, permaneceu trancado por cerca de duas horas enquanto os seqüestradores rodavam pela capital gaúcha. Com conhecimentos de mecânica, Adelino começou a mexer na fechadura do porta-malas e conseguiu destrancá-la.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando passava por uma esquina, ele pulou do carro e acionou a polícia. Algumas horas depois, o carro foi encontrado no Jardim Botânico com marcas de tiro. Um dos suspeitos foi preso, e a polícia ainda investiga o caso.

 

Os países latino-americanos tentam romper hoje o impasse na disputa por uma vaga aberta no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), seek depois que a Venezuela recusou-se a abandonar a corrida em favor da favorita, viagra dosage a Guatemala.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Venezuela ficou muito atrás da Guatemala em 21 votações e conseguiu um empate nos dois dias do processo. Nenhum país obteve os dois terços dos votos da Assembléia Geral da ONU, medicine exigidos para a vaga rotativa no Conselho de Segurança. A votação deverá ser retomada na manhã de amanhã. Mas antes disso, o grupo latino-americano e caribenho, formado por 32 países e dividido entre Venezuela e Guatemala, faz uma reunião informal hoje para debater o impasse.

A votação surpreendeu delegações, pois na semana passada muitas previam que a Venezuela teria vantagem ou até mesmo ganharia, por causa ou apesar do apoio norte-americano à Guatemala. Armado com petrodólares, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, tentou formar uma aliança na Ásia, África e Oriente Médio para desafiar os interesses de Washington. O fracasso em conseguir uma vaga no Conselho de Segurança vai representar um retrocesso às suas ambições de conseguir um papel mais importante no cenário internacional.

Mas, apesar da confortável vantagem da Guatemala, Chávez afirmou que não tem intenção de retirar a candidatura do país e descreveu a votação como um confronto com os EUA. "Digo para eles e para o mundo todo que a Venezuela vai continuar lutando esta batalha", afirmou Chávez durante encontro com uma delegação chinesa em Caracas ontem.

EUA, Rússia, Grã-Bretanha, França e China têm assentos permanentes no Conselho de Segurança, formado por 15 membros. As outras vagas são provisórias, com mandatos de dois anos. Guatemala e Venezuela querem a vaga da América Latina que a Argentina deixará em 31 de dezembro. O Peru continua no conselho até o final de 2007. Chávez foi muito criticado pelo discurso de setembro na ONU, em que chamou o presidente dos EUA, George W. Bush, de demônio.

"Muita gente considerou isso de mau gosto", afirmou o embaixador da Tanzânia, Augustine Mahiga. Mas ele ressaltou que a Guatemala já poderia ter conseguido a vaga se os EUA não tivessem feito tanta campanha pelo país. O ministro das Relações Exteriores da Guatemala, Gert Rosenthal, afirmou que, pela tradição, a Venezuela deveria retirar-se por estar atrás na votação.

"Mas também estamos preocupados com a integridade da Assembléia Geral", declarou Rosenthal ontem. "Não vamos lutar por semanas e mais semanas. Queremos ver como isso se desenvolverá nos próximos dias", antes de decidir o que fazer. O embaixador da Venezuela na ONU, Francisco Arias Cardenas, afirmou a repórteres ontem que seu país só desistirá da candidatura se o presidente Bush e seu embaixador na ONU, John Bolton, encerrarem sua campanha de "extorsão" a favor da Guatemala.

Em resposta, Bolton afirmou "Eu percebo quando há intimidação. E isso não está acontecendo por parte dos Estados Unidos". "Pode-se tirar uma conclusão: a Venezuela não vai ganhar. Então a questão é se a decisão de continuar nos levará ao campo de recordes".

Em 1979, uma disputa entre Colômbia e Cuba teve 155 rodadas. O México surgiu depois como o candidato de consenso. O Chile já está procurando um novo candidato. Em outras regiões, África do Sul, Indonésia, Itália e Bélgica receberam na segunda-feira os votos necessários para mandatos de dois anos no conselho, a partir d e 1º de janeiro.






Você pode gostar