Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Temperatura em Mar del Plata, na Argentina, bate recorde: 41,9º C

A corrida dos banhistas para as praias fez com que os preços dos produtos comercializados por ambulantes disparassem

Por FolhaPress 14/01/2022 8h35
Foto: Reprodução/Pixabay

Maurício Businari
São Paulo, SP

A Argentina vem enfrentando uma onda de calor cujas temperaturas estão batendo recordes em várias cidades do país. Na cidade balneária de Mar del Plata as temperaturas chegaram a 41,9º C nesta sexta-feira, a maior marca desde 1957, quando os termômetros registraram 41,6º C.

A corrida dos banhistas para as praias fez com que os preços dos produtos comercializados por ambulantes disparassem. Um simples picolé chegou a custar R$ 1,38 mil.

Há 10 dias não chove na cidade. Ao jornal Clarin, a meteorologista do SMC Cindy Fernández afirmou que a temperatura média em janeiro na cidade balneária costuma estar entre 15° C e 26° C. “O que significa que, em um dia como hoje, podemos estar 14° C acima dos parâmetros usuais”, ressalta.

Em Playa Varese, turistas e moradores disputavam espaço no mar. Na areia, os banhistas, sentados em cadeiras e esteiras seguravam garrafas de água. Em contêineres e bolsas térmicas, muitos levavam bebidas geladas, para se refrescar.

Na quinta-feira, com 13°C a mais que a máxima de janeiro, assim como em Varese, em Playa Grande ficou muito difícil encontrar espaços à sombra.

“Não temos mais nada, nem barraca nem guarda-sol”, afirmou um ambulante ao Clarin.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Guarda-sol por R$ 24,83 mil

Na praia pública da mesma área, os vendedores caminhavam na areia quente com guarda-sóis para vender, com preços exorbitantes, que variavam entre US$ 2.500 (R$13,8 mil) e US$ 4.500 (R$ 24,83 mil). Até o aluguel de guarda-sóis sofreu majoração, com preços que chegavam a US$ 1.500 (R$ 8,28 mil).

Os ambulantes chegaram a aceitar até mesmo transferências bancárias, para quem não tinha calculado uma despesa como essa e não tinha dinheiro suficiente.

Com os fortes ventos que começaram a soprar no início da tarde, chapéus vendidos a US$ 600 (R$ 3,31 mil) ou US$ 700 (R$ 3,86 mil), voavam por toda a parte.

Os vendedores de bebidas e sorvetes quase não deram conta do movimento nesta sexta-feira. Mesmo com os preços elevados, os turistas fustigados pelo calor disputavam os produtos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para se ter uma ideia, um simples picolé de limão, morango, laranja ou chocolate com creme chegou a custar US$ 250 (R$ 1,38 mil). Incêndios florestais

Na quinta-feira, foram registrados 27 focos de incêndios em Mar del Plata, a maioria deles incêndios florestais de intensidade variável, espalhados em diferentes áreas de General Pueyrredon.

Os maiores focos ocorreram no bairro Autódromo e na área da Estação Chapadmalal. A primeira delas ocorreu no final da Avenida Vértiz em um galpão, onde bombeiros combateram por algumas horas as chamas que se alastraram por um ferro-velho e várias casas em condições vulneráveis localizadas na área. Além disso, dez pessoas tiveram que ser retiradas do local devido à inalação de fumaça.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar