Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Secretario-geral da ONU anuncia investigação sobre explosões em prisão na Ucrânia

“Os termos de referência desta missão estão sendo preparados” com a intenção de chegar a um acordo sobre eles com a Rússia e Ucrânia

Foto: Angela Weiss / AFP

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, disse nesta quarta-feira (3) que, a pedido de Moscou e Kiev, vai iniciar uma investigação para saber a “verdade” sobre as explosões na prisão de Olenivka, na região separatista pró-russa de Donetsk, Ucrânia.

“Decidi (…) iniciar uma missão de investigação” após ter recebido “as solicitações da Rússia e da Ucrânia”, explicou Guterres a jornalistas, lembrando que não tem autoridade para colocar em prática “investigações criminais”.

“Os termos de referência desta missão estão sendo preparados” com a intenção de chegar a um acordo sobre eles com a Rússia e Ucrânia.

“Esperamos de ambas as partes contar com todas as facilidades de acesso e obter os dados necessários para determinar a verdade”, afirmou o secretário-geral da ONU.

Guterres detalhou que busca pessoas “independentes e competentes” para a missão.

Dezenas de pessoas morreram na semana passada após explosões na prisão de Olenivka, na qual estavam detidos os soldados ucranianos capturados em Mariupol, segundo o Exército russo.

Moscou acusa Kiev de bombardear a prisão. A Ucrânia nega e afirma que, ao contrário, os presos foram massacrados por forças russas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

© Agence France-Presse








Você pode gostar