Mundo

Pequim testa milhões para conter surto de Covid-19

Autoridades de Pequim atribuíram o surto a um bar 24 horas conhecido por bebidas baratas e grandes multidões

Autoridades de Pequim buscavam nesta segunda-feira (13) conter um surto de Covid-19, atribuído a um bar 24 horas conhecido por bebidas baratas e grandes multidões, com milhões enfrentando testes obrigatórios e milhares sob lockdowns direcionados.

O surto de 228 casos ligados ao Heaven Supermarket Bar, que havia acabado de reabrir após flexibilização das restrições em Pequim na semana passada, destaca o quanto será difícil para a China obter sucesso em sua política de “covid zero”, enquanto o restante do mundo opta por aprender a viver com o vírus.

O ressurgimento de infecções também está levantando novas preocupações sobre as perspectivas para a segunda maior economia do mundo. A China ainda se recupera de forte golpe, causado por um lockdown de dois meses em Xangai, sua cidade mais populosa e centro comercial, que também afetou as cadeias de suprimentos globais.

“A prevenção e o controle da epidemia estão em momento crítico”, disse a autoridade de saúde de Pequim, Liu Xiaofeng, em entrevista hoje, acrescentando que o surto ligado ao bar, no maior distrito da cidade, Chaoyang, “ainda está em desenvolvimento”.

Autoridades descreveram o surto como “feroz” e “explosivo” e disseram que as pessoas infectadas vivem ou trabalham em 14 dos 16 distritos da capital.

Beber e jantar na maioria dos estabelecimentos de Pequim é uma atividade que só foi retomada em 6 de junho, depois de mais de um mês em que a cidade, de 22 milhões de habitantes, impôs restrições, incluindo pedir às pessoas que trabalhassem em casa e fechassem shoppings e partes do sistema de transporte.

Chaoyang iniciou campanha de testes em massa de três dias entre seus cerca de 3,5 milhões de habitantes nesta segunda-feira. Cerca de 10 mil contatos próximos dos clientes do bar foram identificados e seus prédios residenciais bloqueados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com informações da Agência Brasil

Matéria publicada em 13 de junho de 2022 13:56

Redação Jornal de Brasília

Notícias Recentes

Movimentos contra Bolsonaro decidem não disputar 7 de setembro com ele

Em 2021, eles se juntaram ao tradicional Grito dos Excluídos e fizeram manifestações contra o presidente na data

10 de agosto de 2022

Ministro do TSE manda YouTube apagar discurso em que Lula chama Bolsonaro de genocida

O magistrado considerou que o discurso pode ter configurado "propaganda eleitoral extemporânea negativa"

10 de agosto de 2022

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento

A decisão é do juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública do DF que concluiu que não foram observados os…

10 de agosto de 2022

TJDFT suspende expediente nesta quinta (11)

Na data em questão é comemorado no Brasil o Dia do Magistrado, Dia do Advogado e Dia da Criação dos…

10 de agosto de 2022

Juiz autoriza prisão de agente penal que matou petista a tiros em Foz do Iguaçu

Guaranho recebeu alta nesta quarta-feira, 8, mas ainda não havia sido transferido para o presídio

10 de agosto de 2022

Servidores da Abin criticam veto de Bolsonaro ao reajuste para policiais na LDO

De acordo com a sugestão de veto do Ministério da Economia, a proposta original da do governo para a LDO…

10 de agosto de 2022

This website uses cookies.