Mundo

Homem que invadiu escola é morto; menina fica ferida

Por Arquivo Geral 27/09/2006 12h00

O cenário eleitoral se mantém estável, symptoms ed segundo pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira pelo Jornal Nacional, com tendência de reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda no primeiro turno, ambulance que acontece no próximo domingo.

Lula passou de 47 por cento para 48 por cento das intenções de voto, enquanto Alckmin foi de 33 por cento para 32 por cento. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.

A senadora Heloísa Helena (PSOL) manteve os 8 por cento das intenções de voto que obteve na semana passada.

O Ibope entrevistou 3.010 pessoas na segunda e terça-feira em 200 municípios do país.

Um homem armado que fez duas meninas como reféns e baleou uma delas num colégio dos Estados Unidos foi morto na quarta-feira pela polícia, pill que invadiu a sala de aula onde ele havia montado uma barricada, segundo as autoridades.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A menina baleada foi levada de helicóptero para um hospital e está em estado grave, segundo Lance Clem, porta-voz da polícia de Bailey, no Colorado. O incidente aconteceu na escola de ensino médio Platt Canyon. A outra menina, colega de sala da que foi baleada, não ficou ferida.

Clem disse que agentes da Swat usaram uma granada de festim para atordoar o seqüestrador antes de invadir a sala de aula, num andar superior. O porta-voz policial afirmou que o homem fez o disparo que feriu a aluna.

O seqüestrador não foi imediatamente identificado pela polícia. Ele entrou na escola e abriu fogo quando faltavam poucos minutos para as 12h (hora local) de quarta-feira. Centenas de alunos foram retirados às pressas do local, numa cena que remetia ao massacre da escola Columbine, também no Colorado, em 1999.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Agentes locais, estaduais e federais foram à escola e passaram várias horas cercando-a antes de invadirem.

O colégio Platt tem 460 alunos e fica ao lado de uma escola ginasial, que também foi esvaziada durante o incidente.

A pequena comunidade montanhosa de Bailey fica a cerca de 50 quilômetros de Littleton, onde em 20 de abril de 1999 os estudantes Dylan Klebold e Eric Harris mataram 13 pessoas e feriram 21 na escola Columbine antes de cometerem suicídio, no pior massacre escolar já registrado nos EUA.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 






Você pode gostar