Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Deslizamento de terra mata mais de 100 mineiros em Myanmar

Primeiro balanço de vítimas indicava que tinham morrido 50 pessoas

This handout from the Myanmar Fire Services Department taken and released on July 2, 2020 shows rescuers attempting to locate survivors after a landslide at a jade mine in Hpakant, Kachin state. – The bodies of at least 50 jade miners were pulled from the mud on July 2 after a landslide in northern Myanmar, fire services said, as monsoon rains worsen already deadly conditions. (Photo by Handout / MYANMAR FIRE SERVICES DEPARTMENT / AFP) / —–EDITORS NOTE — RESTRICTED TO EDITORIAL USE – MANDATORY CREDIT “AFP PHOTO / MYANMAR FIRE SERVICES DEPARTMENT ” – NO MARKETING – NO ADVERTISING CAMPAIGNS – DISTRIBUTED AS A SERVICE TO CLIENTS

Ao menos 113 mineiros morreram na sequência de um deslizamento de terra em uma mina de jade localizada na cidade de Hpakant, estado de Kachin, no norte de Myanmar, nesta quinta-feira (2). As informações foram atualizadas pela equipe de socorro responsável pela operação de resgate. 

“Até ao momento encontramos um total de 113 corpos”, informou o Departamento dos Bombeiros local, através da página oficial na rede social Facebook.

Segundo os veículos de comunicação local, o resgate é paralisado recorrentemente por conta do risco de mais deslizamentos em decorrência da chuva que atinge o local. Algumas testemunhas relataram que ainda há vítimas a serem resgatadas. O primeiro balanço de vítimas indicava que tinham morrido 50 pessoas.

Kachin já foi cenário de outros desastres semelhantes. Em 2019, diversas ONGs denunciaram as condições precárias enfrentadas pelos trabalhadores locais, depois que um incidente similar matou 54 pessoas.

A região é famosa por suas riquezas naturais, o que gera diversos conflitos pelo controle das minas que circundam o local.  






Você pode gostar