Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Com Blinken, ministro turco diz que preocupações do país sobre Otan são legítimas

Em comunicado conjunto emitido após o encontro, os representantes indicam que reiteraram seu apoio à soberania

Antony Blinken, U.S. secretary of state, introduces President Joe Biden, not pictured, at the State Department in Washington, D.C., U.S., on Thursday, Feb. 4, 2021. In his inaugural visit to the department, Biden said he is halting or reversing a slew of foreign policy initiatives from the Trump administration, including troop drawdowns in Germany and support for a Saudi-led offensive in Yemen that turned into a humanitarian disaster. Photographer: Jim Lo Scalzo/EPA/Bloomberg via Getty Images

O secretário de Estado americano, Antony Blinken, e o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavusoglu, se reuniram hoje em Nova York, e abordaram a entrada de Finlândia e Suécia na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), algo que vem sendo criticado por Ancara.

“A Turquia tem apoiado a política de ‘Portas Abertas’ da Otan mesmo antes desta guerra. Mas em relação a esses candidatos também temos preocupações legítimas de segurança de que eles estavam apoiando organizações terroristas”, afirmou Çavusoglu. Segundo ele, a Turquia entende as preocupações de segurança, mas as turcas “também devem ser atendidas”. “Essa também é uma das questões que devemos continuar discutindo com amigos e aliados, incluindo os Estados Unidos”, afirmou.

Em comunicado conjunto emitido após o encontro, os representantes indicam que reiteraram seu apoio à soberania e integridade territorial da Ucrânia contra a guerra inaceitável da Rússia. “Neste quadro, os Estados Unidos e a Turquia reafirmaram seu apoio para encontrar uma solução para acabar com a guerra”, diz o documento.

Estadão Conteúdo








Você pode gostar