Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Notícias

Moradores de Rio e São Paulo fazem panelaço contra Bolsonaro

O panelaço começou às 20h30, horário em que teria início um pronunciamento do presidente em rede nacional de rádio e TV

Moradores do Rio de Janeiro fizeram um protesto, na noite desta quarta-feira, 3, contra as medidas adotadas pela gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no combate à pandemia de covid-19. O panelaço começou às 20h30, horário em que teria início um pronunciamento do presidente em rede nacional de rádio e TV.

O pronunciamento acabou cancelado, mas os protestos ocorreram mesmo assim. O número de mortos pela Covid-19 no País nesta quarta-feira foi recorde: 1.910 vítimas da doença morreram em 24 horas.

O barulho de panelas e gritos de “fora, Bolsonaro”, “assassino”, “genocida” e outros foram ouvidos nos bairros de Copacabana, Flamengo, Glória, Laranjeiras, Cosme Velho, Jardim Botânico (todos na zona sul) e Grajaú (zona norte). As manifestações se estenderam por cerca de dez minutos, até por volta de 20h40.

Os panelaços em protesto contra o presidente Jair Bolsonaro também voltaram a acontecer em São Paulo. Na capital paulista, houve esse tipo de protesto em bairros como Santa Cecília e Consolação (região central) e Pinheiros e Barra Funda (zona oeste).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar