Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Rússia recorre aos mercados internacionais pela segunda vez desde sanções

Por Agência Estado 22/09/2016 1h42

O Ministério das Finanças da Rússia afirmou nesta quinta-feira que irá fazer uma nova emissão de dívida, a segunda desde que os países do Ocidente impuseram sanções, em 2014.<p><p>A VTB Capital irá organizar a colocação de equivalente a US$ 1,25 bilhão dos chamados eurobônus no mercado. Investidores próximos ao assunto afirmaram que a Rússia iria oferecer yield de 3,99%.<p><p>O governo russo previu o empréstimo de US$ 3 bilhões junto aos mercados internacionais em 2016 para ajudar a cobrir o déficit deste ano, projetado em 3,0% do Produto Interno Bruto (PIB). No entanto, com a privatização de uma grande companhia de petróleo colocada indefinidamente de molho, o governo russo está a caminho de não atingir esta meta.<p><p>O ministério não confirmou o tamanho da emissão. Já o ministro da Economia, Alexei Ulyukaev, afirmou que esta não é uma tentativa de compensar o dinheiro que não entrará com a privatização da petrolífera.<p><p>"Estes são objetivos completamente diferentes, sempre dissemos que esta segunda emissão é para completar a cota de US$ 3 bilhões estabelecida pelo Orçamento", afirmou à agência russa Interfax. Fonte: Dow Jones Newswires. <br /><br /><b>Fonte: </b>Estadao Conteudo








Você pode gostar