Economia

Mercado de petróleo vê chance de 30% de acordo da Opep, diz Goldman Sachs

Por Agência Estado 29/11/2016 11h17

O mercado de petróleo precifica uma probabilidade de apenas 30% de a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) fechar um acordo para reduzir sua produção nesta quarta-feira, segundo o Goldman Sachs.

Amanhã, a Opep se reúne em Viena numa tentativa de ratificar um plano preliminar – anunciado em setembro -, que prevê cortes na produção do grupo.

Se a Opep concordar em diminuir sua produção a 32,5 milhões de barris por dia, o Goldman prevê que os preços do petróleo se recuperarão para pouco mais de US$ 50 por barril. Ontem, o Brent para fevereiro fechou em US$ 49,21 em Londres e o WTI para janeiro encerrou o dia a US$ 47,08 em Nova York.

Na falta de acordo, o Goldman acredita que os preços deverão ficar numa média de US$ 45 por barril em meados do ano que vem, após caírem inicialmente para cerca de US$ 40, logo após a reunião da Opep.

Para Bjarne Schieldrop, analista de commodities da SEB, há uma chance muito pequena de a Opep reduzir sua produção, uma vez que a disputa atual entre a Arábia Saudita e o Irã continua sem solução.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já na visão da Prestige Economics, a Opep deverá chegar a um acordo, mas não o levará adiante. Com informações da Dow Jones Newswires.

Fonte: Estadao Conteudo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar