Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Governo deve aumentar impostos sobre bancos para compensar desoneração do diesel e gás de cozinha

A CSLL deve subir para ajudar a compor o mix de compensação de tributos para zerar a tributação dos combustíveis,

O governo deve aumentar a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) dos bancos para compensar a desoneração do diesel e do gás de cozinha, segundo apurou o Estadão. De acordo com uma fonte da equipe econômica, essa é uma possibilidade que está na mesa.

A CSLL deve subir para ajudar a compor o mix de compensação de tributos para zerar a tributação dos combustíveis, promessa do presidente Jair Bolsonaro, com custo total em torno de R$ 3,6 bilhões.

Outras duas medidas já estavam na mesa e foram antecipadas pelo Estadão: limitar isenção do IPI para pessoas com deficiência física comprar acima de R$ 70 mil e retirar benefício tributário para a indústria petroquímica, o Reiq.

A intenção do governo é anunciar as compensações ainda nesta segunda-feira, 1º.

Em 2019, o governo incluiu em sua proposta de reforma da Previdência a elevação da alíquota da CSLL paga pelos bancos de 15% para 20%. Essa medida foi aprovada pelo Congresso Nacional em novembro daquele ano e passou a valer em 1º de março de 2020. Com o adicional de 5%, o governo esperava incrementar sua arrecadação em R$ 1,7 bilhão em 2021.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estadão conteúdo






Você pode gostar