Economia

Em áudios, Pedro Guimarães ameaça e xinga funcionários da Caixa, mostra site

Áudios gravados durante reuniões mostram o ex-presidente da Caixa, Pedro Guimarães, ofendendo e ameaçando funcionários

Áudios gravados durante reuniões na Caixa Econômica Federal mostram o ex-presidente do banco, Pedro Guimarães, ofendendo e ameaçando funcionários.

As gravações foram divulgadas nesta quinta-feira, 30, pela coluna de Rodrigo Rangel, no site Metrópoles, um dia depois de o executivo pedir demissão do cargo após denúncias de assédio sexual de funcionárias, também reveladas pelo Metrópoles.

“Sabe qual é a vontade? Porra, eu acho que quem está torcendo para o Lula, vocês se foderem. Voltar a Caixa a ser estuprada por aqueles ladrões, e vocês se foderem”, mostra um dos áudios.

Segundo o colunista, a gravação é do fim do ano passado e o ex-presidente falava para executivos da Caixa por conta de uma decisão que havia sido tomada pelo conselho do banco sem que ele tivesse sido informado.

Durante a mesma reunião, conforme noticiou o site, outro áudio revela Guimarães pedindo que funcionários sejam perseguidos e destituídos de seus cargos e chamando o seu assessor Álvaro Pires de “pau mole”.

“Quem for o responsável, vai deixar de ser, ou vice-presidente, ou diretor, ou superintendente nacional, ou gerente nacional. Então, Celso, é para você essa, porque o Vecro é pau mole. Eu quero isso no detalhe. Quero os CPFs de todo mundo”, diz Guimarães.

Nesse trecho em que pede os CPFs, Guimarães se direciona a Celso Leonardo Derziê Barbosa, vice-presidente da Caixa, a fim de que todos os funcionários presentes na reunião sejam punidos com a perda dos cargos que ocupavam, caso o teor da conferência vazasse, informa a coluna.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em outro áudio publicado no site, Guimarães dispara: “Não é aceitável. E caguei para a opinião de vocês, porque eu que mando Não estou perguntando. Isso aqui não é uma democracia, é a minha decisão”. A fala teria sido proferida após decisões serem tomadas no banco sem passar pela sua anuência.

Noutra gravação, o ex-presidente da Caixa ameaça os subordinados de perderem os cargos. “Vocês são malucos, porque vocês só têm a perder. Cara, são malucos. Não tenho que ligar para ninguém. Se eu não dei o ok, não dei o ok e acabou. É ‘não’. Por que vocês vão tomar o risco de perder a função, cara, por uma coisa que eu não autorizei?”, mostra o áudio.

Na última gravação revela pelo portal, Guimarães volta a falar palavrões na conversa. “A Rosana tem que dar pessoalmente a aprovação. Foda-se. ‘Ah, mas o vice-presidente’. Manda todo mundo tomar no c…”.

Estadão Conteúdo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Matéria publicada em 30 de junho de 2022 19:11

Redação Jornal de Brasília

Notícias Recentes

Movimentos contra Bolsonaro decidem não disputar 7 de setembro com ele

Em 2021, eles se juntaram ao tradicional Grito dos Excluídos e fizeram manifestações contra o presidente na data

10 de agosto de 2022

Ministro do TSE manda YouTube apagar discurso em que Lula chama Bolsonaro de genocida

O magistrado considerou que o discurso pode ter configurado "propaganda eleitoral extemporânea negativa"

10 de agosto de 2022

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento

A decisão é do juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública do DF que concluiu que não foram observados os…

10 de agosto de 2022

TJDFT suspende expediente nesta quinta (11)

Na data em questão é comemorado no Brasil o Dia do Magistrado, Dia do Advogado e Dia da Criação dos…

10 de agosto de 2022

Juiz autoriza prisão de agente penal que matou petista a tiros em Foz do Iguaçu

Guaranho recebeu alta nesta quarta-feira, 8, mas ainda não havia sido transferido para o presídio

10 de agosto de 2022

Servidores da Abin criticam veto de Bolsonaro ao reajuste para policiais na LDO

De acordo com a sugestão de veto do Ministério da Economia, a proposta original da do governo para a LDO…

10 de agosto de 2022

This website uses cookies.