Economia

Cotação do yuan está a caminho de registrar pior performance mensal desde 2015

Por Agência Estado 21/11/2016 12h59

O yuan está no caminha para sua pior performance mensal em mais de um ano em novembro, em meio a um movimento geral de valorização do dólar, que continua pressionando a cotação da moeda chinesa para baixo.

Nesta segunda-feira, a divisa seguiu a orientação do Banco do Povo da China (PBoC) e renovou a mínima em oito anos frente ao dólar, a 6,8956 por dólar, de 6,8912 na sexta-feira. Esta foi a 12ª vez consecutiva que o BC chinês enfraqueceu a taxa.

O yuan acumula desvalorização de 1,7% em relação ao dólar este mês, uma tendência que se acelera desde a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos, no início do mês. O republicano construiu sua campanha com promessas de agir agressivamente contra a China no campo comercial e maiores gastos fiscais e de infraestrutura, o que fez crescer a expectativa com maiores juros no país. Isto, por sua vez, tem feito a cotação da moeda norte-americana avançar em relação a outras grandes moedas.

A performance do yuan é a pior desde agosto de 2015, quando um movimento surpresa de desvalorização por parte do PBoC, que controla a cotação no mercado onshore, desencadeou um forte movimento de saída de capitais no país. Naquele mês, o tombo foi de 2,6%.

Desde a eleição de Trump, grandes fundos mundiais tem deixados os mercados emergentes em direção aos Estados Unidos e o Japão, afirmou Alexander Lee, estrategista da DBS Vickers para a China e Hong Kong. “Isto é motivado principalmente pelo dólar mais forte”, afirmou. “Estamos nos aproximando de níveis próximos a 7 (yuans por dólar)”, onde o mercado deve, provavelmente, entender que o movimento está próximo do fim”. Fonte: Dow Jones Newswires.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fonte: Estadao Conteudo






Você pode gostar