Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Bolsa sustenta alta, mas exterior faz dólar subir a quase R$ 5,68

O Ibovespa, índice de referência da Bolsa, obteve um ganho nesta semana de 2,78% e conseguiu interromper uma sequência de duas baixas semanais

Por FolhaPress 03/12/2021 8h01

SÃO PAULO, SP

A Bolsa de Valores brasileira fechou nesta sexta-feira (3) em alta de 0,58%, a 105.069 pontos, ainda embalada pela aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios na véspera. O dólar subiu 0,31%, a R$ 5,6770, na maior cotação desde o final de abril, alavancado por um movimento global de busca por segurança que dominou os mercados nesta sessão e minou várias classes de ativos de risco, como ações e moedas emergentes.

Com o resultado desta sexta e a alta de 3,66% alcançada um dia antes, o Ibovespa, índice de referência da Bolsa, obteve um ganho nesta semana de 2,78% e conseguiu interromper uma sequência de duas baixas semanais. Temores sobre efeitos potenciais da variante ômicron do coronavírus sobre a economia global, dados abaixo do esperado do mercado de trabalho americano e um tom persistentemente duro de membros do Fed (Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos) acerca da inflação no país, porém, compuseram um quadro que forçou nova liquidação de ativos de risco no mundo, ao fim de uma das mais voláteis semanas dos últimos meses.

Os índices Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq fecharam com quedas de 0,17%,0,84% e 1,92%. O dia também foi de perdas generalizadas nas principais bolsas da Europa. O petróleo Brent subiu 0,63%, a US$ 70,11 (R$ 395,60).








Você pode gostar