Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Notícias

Covid-19: Governo decide comprar vacinas dos laboratórios Pfizer e Janssen

Em reunião com movimento municipalista, ministro da Saúde reforçou apoio do Governo Federal para enfrentamento à pandemia nos estados e municípios

Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, garantiu a estabilidade na entrega de vacinas contra a Covid-19 com a previsão da chegada de mais imunizantes até o fim do mês. Em reunião com membros da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) nesta quarta-feira (03/03), Pazuello destacou que as próximas remessas ampliarão ainda mais a imunização em todo o País.

“A partir desta semana, já há uma estabilização da produção nacional, pelo Butantan e pela Fiocruz. Vamos ter entregas em quantidades muito boas. É o tempo de vacinar e chegar mais vacinas. O Programa Nacional de Imunizações (PNI) está garantido”, disse.

Para março, estão previstas as entregas de cerca de 4 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford – será a primeira remessa de imunizantes produzidas no Brasil pela Fiocruz com IFA importado -, além de mais doses do Instituto Butantan.

Pazuello também repassou as negociações que estão em andamento para a compra de mais vacinas: “Já temos contratos alinhados para adquirir a vacina russa Sputnik V. O projeto de lei aprovado ontem pela Câmara facilitou as negociações com Pfizer e Janssen”, afirmou.

O ministro também destacou os três eixos fundamentais no combate à pandemia e o papel dos governos na execução das ações.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Temos três ações fundamentais contra a Covid-19: o atendimento primário, para que o médico atenda ao paciente aos primeiros sintomas, a necessidade de aumento na oferta de leitos e a vacinação”, reforçou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar