Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

PCSP pede prisão de procurador que agrediu colega de trabalho

“Que a Justiça faça a sua parte e puna todo e qualquer covarde que agrida uma mulher”, escreveu o governador do estado, Rodrigo Garcia

Foto: Reprodução

A Polícia Civil de São Paulo (PCSP) pediu a prisão do procurador Demétrius de Oliveira Macedo, de 34 anos, que espancou a colega de trabalho Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39 anos.

A agressão ocorreu em Registro (SP), dentro da prefeitura em que os dois trabalham.

A informação foi confirmada pelo governador do estado, Rodrigo Garcia (Republicanos), pelas redes sociais. “Que a Justiça faça a sua parte e puna todo e qualquer covarde que agrida uma mulher”, escreveu.

A agressão teria sido motivada por um processo administrativo contra ele, que supostamente apresentava um comportamento ruim no trabalho. Em depoimento à polícia, ele disse que sofria assédio moral.








Você pode gostar