Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Luciano Hang diz que tem total confiança na Prevent Senior

Segundo Hang, a mãe Regina Hang, foi levada para São Paulo assim que apresentou sintomas do coronavírus, e a doença evoluiu rapidamente

Por FolhaPress 22/09/2021 8h24
O empresário Luciano Hang acaba de realizar uma surpresa para uma fã super especial, de Itajaí (SC)

Joana Cunha
SÃO PAULO, SP

O empresário Luciano Hang divulgou um comunicado nesta quarta-feira (22) afirmando que tem total confiança nos procedimentos adotados pela Prevent Senior no tratamento dado à sua mãe, que morreu em fevereiro deste ano em hospital da rede em decorrência de complicações clínicas após contrair Covid-19.

“Deixei claro a causa do falecimento de minha mãe em várias manifestações públicas e nas redes sociais, nunca foi segredo. Lamento que um assunto tão delicado seja usado como artifício político para me atingir, pelo simples fato de eu não concordar com as ideias de alguns membros que fazem parte dessa CPI”, diz o empresário em nota.

Segundo o dono da Havan, a mãe Regina Modesti Hang, que tinha 82 anos, foi levada para São Paulo assim que apresentou sintomas do coronavírus, e a doença evoluiu rapidamente. Ele afirma que ela ficou doente durante mais de um mês e a Covid passou. “Mas ficaram as complicações por conta das comorbidades e, por isso, infelizmente ela se foi”, diz Hang.

O empresário afirma que a mãe fazia parte parte do grupo de risco, era cardíaca, tinha diabetes, insuficiência renal, sobrepeso e outras comorbidades. Embora seja um defensor do chamado tratamento precoce, Hang diz que não ofereceu os medicamentos para a mãe porque ela fazia uso diário de outros remédios.

O tratamento precoce, com medicamentos como cloroquina e ivermectina, não tem eficácia comprovada para combater a Covid.

“Qual é o limite para a maldade humana, para a falta de caráter, de escrúpulos? Quando não têm argumentos, partem para o ataque da honra, da família e da própria mãe. Não vou aceitar tanta canalhice quieto. Fiz tudo o que podia pelos meus pais a vida inteira. O que construí foi para dar a eles uma vida melhor e mais justa. Dois trabalhadores de chão de fábrica, pessoas honestas e maravilhosas, que eu tanto amei”, diz o empresário na nota.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O prontuário médico da mãe de Hang relata que a paciente recebeu medicamentos como azitromicina, hidroxicloroquina, prednisona e colchicina, antes de morrer. O documento, elaborado pela Prevent Senior, afirma que ela morreu em consequência de uma pneumonia bacteriana e não cita a Covid-19, motivo pelo qual foi internada na unidade hospitalar Sancta Maggiore (em São Paulo), como causa da morte.








Você pode gostar