Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Inea reverte interdição de Terminal da Vale feita por secretaria de Mangaratiba

Órgão ambiental estadual classifica a ação da secretaria de “arbitrária e irresponsável”, já que cabe ao Inea licenciar e fiscalizar a operação

Foto: Pilar Olivares/Reuters

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) reverteu a interdição do Terminal da Ilha da Guaíba (TIG), da Vale, realizada na manhã de hoje. Segundo a autoridade ambiental fluminense, a suspensão das atividades foi feita irregularmente pela secretaria de Meio Ambiente de Mangaratiba. O Inea afirma que a companhia tem licença ambiental válida e em fase de renovação, solicitada dentro do prazo legal.

O órgão ambiental estadual classifica a ação da secretaria de “arbitrária e irresponsável”, já que cabe ao Inea licenciar e fiscalizar a operação.

Segundo a nota, a lei prevê a competência dos demais entes para realizar interdição cautelar no caso de iminência ou ocorrência de flagrante degradação ambiental, o que não foi o caso.

O Inea destaca que, em nenhuma de suas vistorias no local, foi constatado cenário de dano ambiental que ensejasse medidas extremas como a interdição. A última vistoria ocorreu em setembro de 2020.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo






Você pode gostar