Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Casa fresca e arejada é sinônimo de economia e bem-estar

Por Arquivo Geral 28/02/2014 10h04

Casas e apartamentos mais frescos fazem parte de uma tendência no ramo de decoração de ambientes, principalmente nesta época do ano. A procura por espaços mais arejados e confortáveis no verão, inclusive, está relacionada à economia de energia, garante a arquiteta Cristina  Oliveira.

Segundo ela, durante a estação mais quente do ano o uso do ar-condicionado e de ventiladores é muito comum. “Quando a casa possui uma decoração adequada, os efeitos  das  altas  temperaturas  podem ser amenizados naturalmente e os aparelhos que aumentam a ventilação não são tão necessários. As luzes também são menos utilizadas no verão”, informa.

De  acordo com a arquiteta, para fugir do calor excessivo a dica é apostar em plantas, recursos de ventilação e iluminação, revestimentos frios e tecidos suaves. Além disso, Cristina explica que o verão é ideal para contrastar tons suaves e cores fortes. “Branco, cru, creme e cinza ganham vida se combinados com cores intensas. A disposição correta dos móveis também auxilia a circulação do ar. Outra dica é não exagerar na quantidade de materiais dentro de casa”, ressalta.

Criatividade e ousadia são boas aliadas

Para aproveitar a iluminação natural do sol, as cortinas precisam ser de tecidos leves, como seda e linho, completa Cristina. “Leds e fluorescentes também são destaques para a iluminação interna, devido à redução de gastos na conta do fim do mês. Pequenas mudanças trazem uma economia considerável”, lembra a arquiteta.

Apostar em plantas dentro de casa também é uma solução, além de deixar o ambiente cheio de estilo. De acordo com a Cristina, investir na claraboia pode ser uma opção ousada e bastante original. “Além de tornar a casa mais iluminada durante o dia, a claraboia também facilita a ventilação dos ambientes internos, tornando-os mais arejados durante a temporada de calor”, completa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os  cuidados  com  as  varandas  e  áreas  externas  também  são  essenciais. Nesses espaços, é fundamental apostar em diferentes tipos de espreguiçadeiras, que são ótimas alternativas. Já os sofás de dentro da casa precisam ser revestidos em couro natural ou tecido. “O couro ecológico esquenta muito em contato com a pele, por isso em lugares muito movimentados, como a sala de televisão, é impossível utilizar materiais que não refrescam”, conclui Cristina.






Você pode gostar