Menu
Na Hora H!

Suspeito de atropelar e matar torcedor corintiano é condenado a 22 anos de prisão

Vítima morreu em frente à sede da torcida Gaviões da Fiel quando comemorava título do Campeonato Paulista contra Palmeiras

Redação Jornal de Brasília

19/03/2020 8h07

O suspeito de ter atropelado e matado um torcedor corintiano foi condenado a 22 anos e seis meses de reclusão. O palmeirense, Diogo de Moura Santos, avançou com o veículo contra José Artur Martins, de 24 anos, que morreu no hospital.

O crime ocorreu em 9 de abril de 2018, em Osasco-SP. José Artur Martins, de 24 anos, morreu em frente à sede da torcida Gaviões da Fiel, quando os corintianos comemoravam o título do Campeonato Paulista contra o Palmeiras. 

O suspeito fugiu sem prestar socorro. Ele foi condenado a 15 anos de prisão pelo homicídio e a mais 7 anos e 6 meses pelo atropelamento de outro torcedor que estava no local.

Diogo de Moura Santos foi identificado pelas autoridades após uma das vítima reconhecer o carro que foi usado no dia do crime. A polícia encontrou o carro no quintal da casa do suspeito.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado