fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Polícia resgata 60 gatos abandonados dentro de uma casa em Guarulhos

Uma veterinária de 39 anos e uma analista de 29 entraram na casa e ficaram impressionadas com a sujeira e condições insalubres em que os animais estavam

Avatar

Publicado

em

Foto: reprodução
PUBLICIDADE

Alfredo Henrique
São Paulo, SP

Policiais militares resgataram 60 gatos, neste domingo (16), deixados sozinhos dentro de um sobrado em Guarulhos (Grande SP). O proprietário do imóvel está ausente do local há quase cinco meses, de acordo com vizinhos, após se mudar para o litoral paulista.

Imagens feitas com celular mostram o interior do imóvel, localizado no bairro Vila Augusta, tomado por fezes dos bichos, que circulam pela casa em meio também à ração, deixada em grande quantidade espalhada pelo chão, onde também estão sacos vazios com do alimento. Ambos os andares da casa estavam nestas condições, ocupados por dezenas de gatos, em alguns casos feridos.

Uma veterinária de 39 anos e uma analista de 29 entraram na casa e ficaram impressionadas com a sujeira e condições insalubres em que os animais estavam, ainda de acordo com as imagens. Ambas testemunharam contra o dono do imóvel, registrando um boletim de ocorrência sobre a situação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O abandono dos gatos veio à tona após ser denunciado pela vizinhança, incomodada com o mau cheiro proveniente da casa. As pessoas também se preocupavam com as condições insalubres em que os animais estavam, deixados à própria sorte.

As redes sociais foram usadas para denunciar a situação e, nelas, o dono da casa se manifestou, segundo a polícia, afirmando cuidar dos bichos. A defesa dele não foi encontrada até a publicação desta reportagem.

Neste domingo, ativistas de proteção animal acionaram a PM que o não encontrar ninguém na casa, teve que arrombar o o local. Os agentes de segurança constataram a situação de maus tratos após entrar na casa.

Ao todo, foram resgatados 60 gatos, que foram acolhidos pela ONG Lar da Regina, de Guarulhos, onde serão cuidados e olocados para adoção. O caso foi registrado no 2º DP da cidade como crime de maus tratos a animais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são da FolhaPress




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade