fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Pastor é preso por agredir e manter a mulher em cárcere por mais de 12 horas

Suspeito aparece agredindo a vítima em vídeo postado por ele na internet

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/Facebook
PUBLICIDADE

Um pastor, identificado como Jesus Gorgs, de 40 anos, se entregou às autoridades. Ele confessou ter mantido a mulher como refém, além de agredi-la por mais de 12 horas. De acordo com a polícia, ele usou uma “live” para divulgar as agressões na internet. 

“Ele estaria a agredindo, humilhando, teria feito uma live no Facebook, publicando ela com cenas de nudes, tudo para humilhar-lha. Simplesmente porque ele acredita numa suposta traição e estaria fazendo isso por ciúme”, disse a delegada Sueli Araujo ao Portal G1.

De acordo com a polícia, o pastor vai responder pelos crimes de cárcere privado, ameça e também por produzir e transmitir imagens com cenas de nudes sem o consentimento da vítima. “Ainda com a finalidade de humilhação que pode ter aumento de pena”, acrescentou a delegada. O caso aconteceu em Campo Grande-MS. 

A vítima, de 55 anos, possui diversos hematomas distribuídos pelo corpo e está psicologicamente abalada. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a delegada, a motivação do crime seria ciúmes por uma suposta traição da esposa com um dos fieis.

segundo a polícia, o homem irá responder pelos crimes de cárcere privado, ameaça e também por expor imagens de nudes sem o consentimento da mulher. 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade