Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Parado em blitz, Cauã Reymond admite ter bebido e reconhece erro

Publicado

em

Publicidade

Cauã Reymond protagonizou um dos casos mais recentes de celebridades paradas em blitze da Lei Seca. O ator se recusou a fazer o teste do bafômetro e, como qualquer reles mortal, foi multado em R$ 2.934,70. A infração é considerada gravíssima.

O flagrante ocorreu no último fim de semana, na Avenida Lucio Costa, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Ele reconheceu o erro publicamente ao se manifestar durante encontro que promoveu a reprise da novela global “Belíssima”, nessa sexta-feira (18).

O ator contou que, naquela noite da blitz, havia acabado de terminar de gravar “Ilha de ferro”.

“Tomei meia taça de vinho e me arrependo profundamente disso. Ainda estou me culpando porque eu não bebo, e naquele dia comi também uma pizza portuguesa, que eu também não como, e fui parado”, relatou. “Vou pagar por isso como qualquer outro cidadão tem que pagar”, reconheceu.

Publicidade

Outros casos
Cauã está longe de ser o único famoso a ser flagrado ao volante sob efeito de álcool. No início deste mês, por exemplo, o ator Fábio Assunção foi preso por suspeita de embriaguez. Ele foi abordado pela polícia carioca após se envolver em um acidente de trânsito.

Fábio Assunção. Foto: Divulgação

Em fevereiro deste ano, foi a vez do ator Paulinho Vilhena. Ele voltava para casa, também no Rio de Janeiro, com a namorada e foi parado pelo Detran. O artista teria se recusado a soprar o bafômetro e teve a Carteira de Habilitação apreendida.

Paulinho Vilhena. Foto: Divulgação

Em agosto do ano passado, as autoridades do Rio de Janeiro pararam também a atriz Sthefany Brito. A jovem teria agido da mesma forma: negou-se a ser submetida ao teste do bafômetro e foi multada.

Stephany Brito. Foto: Divulgação


Você pode gostar
Publicidade