Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Mr. Catra temia deixar os 32 filhos órfãos

O funkeiro Mr. Catra, que morreu na tarde de domingo (9), em São Paulo, lutava contra um câncer no estômago desde 2017. O diagnóstico veio no primeiro semestre daquele ano. A partir de então, ele passou por sessões de quimioterapia e cirurgias em hospitais paulistas e dos Estados Unidos.

Em outubro daquele ano, Catra foi aos EUA para tratar a doença. O câncer tinha voltado após o tratamento em hospitais brasileiros, e ele preferiu buscar a ajuda de profissionais fora do país. No meio da recuperação, Catra ainda precisou ser submetido a uma angioplastia.

Em dezembro, uma semana depois de ser internado em São Paulo, o cantor deu uma entrevista coletiva para falar sobre a doença. Foi quando ele disse temer pelos 32 filhos: “Não posso deixar tantos filhos órfãos”, contou na época.  O funkeiro passou por sessões de quimioterapia e diversas cirurgias, mas acabou não resistindo à luta contra a doença.

Você pode gostar
Publicidade