fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Menino de 4 anos é morto após inalar gás de cozinha; pai manteve criança como refém

Investigadores levantam a hipótese de vingança por parte do pai da criança, já que o homem não aceitava o fim do relacionamento com a mãe do menino

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

O garoto Pedro Henrique Rodrigues dos Santos, de apenas 4 anos, veio a óbito na segunda-feira (19), após inalar uma grande quantidade de gás de cozinha. O pai da criança foi detido em flagrante e está preso de forma preventiva. O caso ocorreu em Salvador-BA.

Os investigadores levantam a hipótese de vingança por parte do pai da criança, já que o homem não aceitava o fim do relacionamento com a mãe do menino. O casal compartilhava a guarda do garoto e, segundo a Polícia Civil, a mulher prestou queixa contra o ex-companheiro para denunciar que a criança era mantida refém por ele.

Em seguida, uma viatura da 32ª CIPM se dirigiu até a residência do suspeito. No local, o homem ameaçava explodir a residência e foi constatado que ele mantinha a criança como refém. Uma equipe de militares precisou isolou o perímetro e solicitar apoio de outras guarnições, entre eles o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), uma viatura dos Bombeiros e uma ambulância do Samu.

Após algum tempo de negociação, o acusado parou de responder aos negociadores e os agentes optaram por arrombar a porta do imóvel. Na residência, pai e filho estavam desacordados no chão da cozinha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os dois foram encaminhados ao Hospital Municipal Dr. Carlito Silva, em Pojuca, onde Pedro Henrique morreu e o homem foi autuado por homicídio.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade