Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Menina de 2 anos vai parar no hospital após grudar olho com cola

Uma menina de 2 anos foi parar no hospital após grudar o olho com cola, na RA, Ceilândia, Distrito Federal

Foto: Divulgação

Uma menina de 2 anos foi parar no hospital após grudar o olho com cola, em Ceilândia, no Distrito Federal. A madrinha da criança, Lia Lucena, de 54 anos, relatou que a menina pegou o tubo da cola de cima da mesa. Em seguida, ela tentou se limpar e acabou passando o produto no rosto, grudando o olho.

A madrinha ao chegar no hospital foi informada que esse tipo de ocorrência só era atendido no Hospital de Base de Brasília. Com isso, a criança foi levada para a unidade de saúde. No entanto, a médica informou que “não tinha o que fazer”.

Lia contou que foi orientada a passar refrigerante nos olhos e nas mãos da menina, além de realizar compressa com água morna. Ao passarem a bebida nas mãos, os dedos chegaram a descolar, porém nao aplicaram nos olhos com medo de causar um problema maior.

Na sexta-feira, 17, elas procuraram o Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Ao chegarem no Hran, o médico falou que estava em esquema de plantão por isso não poderia realizar nenhuma cirurgia caso necessário. Com isso, ele entregou um encaminhamento para o Hospital de Base, porém, novamente, se recusaram a realizar uma cirurgia, sobre a alegação que seria muito invasivo. Ao final foi receitado uma pomada.

Na manhã dessa segunda, 20, a família procurou atendimento novamente no Hospital de Base. Chegando ao local uma moça sugeriu que amarrassem a criança para cortar os cílios. E afirmou que não tinha sala desocupada para cirurgia, já que a criança precisaria ficar sedada.

Em nota, o Instituto de Gestão Estratégia de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), à frente da gestão do Hospital de Base, confirmou que a criança foi atendida e que compressas mornas e aplicação de pomada foram receitadas para a menina. Segundo a entidade, ela ainda está sob avaliação na unidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar