Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Jovem passa em medicina e celebra queimando papéis de estudo

Valdir Melo, conseguiu a vaga no desejada no curso da UFRR e comemorou queimando os papéis com as mais de 1,2 mil questões

Foto: Reprodução/ Redes Sociais

O adolescente Valdir Melo, de 17 anos, conseguiu a vaga no desejada no curso da Universidade Federal de Roraima (UFRR), mas comemorou de uma maneira inusitada, queimando os papéis com as mais de 1,2 mil questões que usou durante os 3 anos de estudos.

O estudante filmou a fogueira e publicou os vídeos nas redes sociais. Nas imagens, com muito humor, ele usa palavras como “queima, queima” e ironiza “usando a prática de combustão”.

Valdir sonha com o curso desde criança. Filho de uma professora e de um autônomo, ele entrou pelo vestibular seriado, dividido em três partes, começou a estudar sem folga já no primeiro ano do ensino médio.

O curso de medicina é o mais concorrido nas universidades públicas do Brasil. Na UFRR, no geral foram 63 aprovados no vestibular e a concorrência em 2021 era de 26.4 para uma vaga.

Para o estudante, a rotina de estudos para entrar em uma universidade não é saudável. Ele finalizou o ensino médio remotamente, por conta da pandemia da Covid-19, com isso, precisou se dedicar sozinho para entrar no vestibular.

Valdir destaca que apenas queimou as questões respondidas. Já as apostilas que ele usou, serão doadas para outros vestibulandos. Agora, com a aprovação, resta apenas o alívio e a empolgação para o início de uma nova jornada.

As aulas presenciais voltaram na UFRR no dia 25 de abril, assim como a recepção dos calouros de todos os cursos. Valdir conta que agora, com o retorno das aulas, ele viu que não será tão fácil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar