fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Homem se passava por delegado para aplicar golpes

Dois indivíduos atuavam nos crimes. Um deles tomou o carro de uma vítima; o outro se passou por delegado, cobrou R$ 1 mil para ajudar e embolsou o dinheiro

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Divulgação/Polícia Civil
PUBLICIDADE

Willian Matos
[email protected]

Na manhã de terça-feira (23/7), a Polícia Civil prendeu dois homens suspeitos de aplicar golpes. Um deles se passava por delegado para cometer os crimes, segundo a corporação.

Eles começaram a ser investigados em maio. Atuando em Curitiba, um deles teria furtado a caminhonete de um homem após oferecer um falso terreno e dizer que trocava o espaço em um carro. A vítima, então, deixou o veículo com o golpista e não viu devolução.

O dono da caminhonete foi até Ponta Grossa-PR atrás do veículo, após ser informado que ele se encontrava na cidade. Chegando lá, o segundo golpista se identificou como delegado e ofereceu ajuda para localizar o automóvel, desde que recebesse R$ 1 mil para tal. Ele pagou e, claro, não viu o dinheiro de volta, tampouco a caminhonete.

A Polícia Civil disse que o suspeito cobrou R$ 1 mil para resolver o caso. Conforme a polícia o homem já foi preso em 2017 por se passar por policial em Ipiranga, também nos Campos Gerais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os dois homens foram encaminhados para a delegacia de Ponta Grossa. Segundo a Polícia Civil, as prisões foram feitas em continuidade a uma operação deflagrada no dia 16 de julho.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade