fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Homem é suspeito de matar esposa a machadadas por não aceitar divórcio

Após o crime, ele tentou tirar a própria vida com uma faca e está internado em estado grave

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Uma mulher, identificada como Sueli, foi morta com golpes de machado. O companheiro da vítima, um homem de 56 anos, é o principal suspeito do homicídio. Após o crime, ele tentou tirar a própria vida com uma faca e está internado em estado grave.

O caso ocorreu na residência do casal, em Campo Mourão-PR, após Sueli pedir o divórcio. Inconformado, o homem teria agredido a mulher. A cuidadora do pai da vítima também estava na residência e presenciou o ataque.

Algumas testemunhas alegaram que o suspeito é viciado em bebida alcoólica. Na ocasião do crime, o agressor estaria embriagado, conforme relatou a cuidadora.

Sueli informou ao agressor que havia dado entrada no documento do divórcio e que ele deveria sair de casa. Na sequência, o homem acertou a cabeça da vítima com um machado. Mesmo após cair ao chão, a mulher continuou sendo agredida, conforme relatou a cuidadora.  A testemunha tentou impedir o crime, mas também foi ameaçada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após atingir Sueli diversas vezes, o homem avançou contra a cuidadora, que correu para se proteger atrás de um carro.

Em seguida, a funcionária foi até a rua e pediu ajuda aos vizinhos, que acionaram a polícia. Os militares  encontraram o homem em estado grave. Ele teria tentado suicídio com uma faca. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestou socorro e encaminhou os dois para a Santa Casa. A mulher não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade