fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Família é morta em chacina no Mato Grosso

Uma quinta vítima, de 19 anos, só não foi morta porque o marido afirmou que ela estava grávida e pediu para que a deixassem viva

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Quatro pessoas foram mortas em uma chacina na saída de um garimpo em Aripuanã-MT. Os corpos foram encontrados na segunda-feira (23).

As vítimas são familiares. Foram mortos Elzilene Tavares Viana, de 41 anos, conhecida como Babalu; o filho dela, Luiz Felipe Viana Antônio da Silva, de 19 anos; e o marido dela, Leôncio José Gomes, de 40 anos.

Jonas dos Santos, de 25 anos, também foi assassinado. Ele estava na companhia da esposa e, antes de morrer, pediu aos bandidos para que não a matassem e justificou que ela está grávida. A mulher não foi morta.

Segundo a Polícia Civil, a família viajava para Juína-MT, quando foi abordada e algemada pelos suspeitos. As vítimas foram levadas para uma estrada e executadas. Depois do crime, o carro dos familiares foi incendiado, e o fogo atingiu um dos corpos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Agora, o caso será investigado. Ainda não se sabe a motivação do crime. Ninguém foi identificado até o momento.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade