fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Estudante diz ter matado amiga com 35 facadas porque a vítima falava mal dela

Suspeita atraiu a vítima para um matagal onde ocorreu o crime

Avatar

Publicado

em

Foto: Divulgação/Polícia Civil
PUBLICIDADE

Uma estudante de 15 anos é suspeita de ter matado outra adolescente, identificada como Emanuelle Souza Batista, de 14 anos. A vítima recebeu 35 facadas e teve o corpo incinerado. De acordo com a polícia, a jovem confessou o ato.

A suspeita estudava com Emanuelle. No dia do crime, ela teria atraído Emanuelle com a promessa de acharem drogas enterradas no matagal.

“A motivação principal é que a vítima falava mal dela nas redes socais. Ela atraiu a menina com a promessa de achar droga escondida na mata”, relatou o delegado Danilo Fabiano ao Portal G1.

Pelas câmeras de segurança instaladas próximo ao parque é possível ver as duas entrando no local, onde o corpo da vítima foi encontrado. A polícia utilizou essas imagens para chegar até a suspeita.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 A família da vítima registrou o desaparecimento da jovem no dia 14 de janeiro deste ano. No dia 16 o corpo foi encontrado, ele estava incinerado. 

O laudo da perícia identificou 35 perfurações de faca, distribuídas pelas costas, pescoço, tórax e outros membros da vítima.

Segundo a polícia, a suspeita retornou ao local onde ocorreu o crime para queimar o corpo e apagar vestígios. A faca foi enterrada no quintal da casa da suspeita e o celular em um terreno baldio próximo.

Segundo o delegado, a Justiça decretou internação provisória de 45 dias para a adolescente. A apreensão ocorreu na terça-feira (10), na residência onde ela mora com a mãe. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade