Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Criança torturada recebe alta e fica na guarda da tia

Ele foi acorrentado e queimado com pingos de vela pela mãe e pelo padrasto e recebeu alta no último sábado (10) após um mês internado

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Um menino de 7 anos que foi torturado está sob a guarda de uma tia em Boqueirão, no Cariri paraibano. A tia ganhou a guarda provisória pela Justiça da Paraíba durante audiência nesta segunda-feira (12). Ele foi acorrentado e queimado com pingos de vela pela mãe e pelo padrasto e recebeu alta no último sábado (10) após um mês internado.

A guarda provisória foi concedida de maneira emergencial após o menino sair do Hospital de Trauma de Campina Grande. Ele ficou internado após apresentar um quadro avançado de desnutrição e ainda vários ferimentos pelo corpo. O Ministério Público da Paraíba afirma que já foi aberto processo de guarda definitiva.

O Conselho Tutelar de Boqueirão acompanhou o caso. A criança deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande em 10 de julho. De acordo com a Polícia Civil, a criança estaria sofrendo maus-tratos praticados pela mãe e pelo padrasto. O menino precisou passar por uma cirurgia plástica por causa das torturas.

O laudo finalizado pelo Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) confirmou que a criança sofria agressões físicas prolongadas e contínuas, o que se configura como tortura.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade