fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Cinco mil máscaras estocadas há 14 anos são doadas após serem encontradas em cripta de igreja

Máscaras foram compradas como precaução contra gripe aviária e acabaram sendo esquecidas

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram
PUBLICIDADE

Cinco mil máscaras N95 foram encontradas em um armazém localizado na cripta de uma igreja. O material, descobertos por um funcionário durante um trabalho de rotina, será doado pela Catedral Nacional de Washington.

View this post on Instagram

Today @wncathedral delivered 3,000 N95 masks to MedStar Georgetown University Hospital and 2,000 N95 masks to Children’s National Hospital to help protect the medical staff on the front lines in the coronavirus pandemic. The stash of masks was discovered recently by one of our stone masons. They had been acquired after a previous health scare, stored away in the the Cathedral crypt and forgotten. Current CDC guidelines, and the manufacturer, concluded the masks were still good since they had never been opened. We're hoping it's a small step in helping to protect the people who need it most. “O give thanks to the Lord, for he is good, his steadfast love endures forever." Psalm 136:1 #covid19 #coronavirus #n95masks #cathedral #washingtondc #igdc @childrensnational

A post shared by Washington National Cathedral (@wncathedral) on

De acordo com a instituição, as máscaras foram compradas há mais de 10 anos, como precaução contra a gripe aviária. Mas o equipamento nunca foi usado e  acabou esquecido no local. O modelo da máscara encontrada pelos funcionários é o mais recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O produto é mais anatômico e possui um filtro mais potente. Assim como outros equipamentos de combate ao coronavírus, as máscaras estão em falta em vários estabelecimentos.

Uma inspeção foi realizada, para comprovar que as máscaras poderiam ser utilizadas. A instituição doou 13 caixas com três mil máscaras na quarta-feira para o Hospital da Universidade Georgetown, e outras nove caixas com dois mil equipamentos para o Hospital Nacional da Criança. A Catedral informou que guardou algumas unidades para serem utilizadas durante os trabalhos pastorais.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade