fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Cientistas da UFRJ encontram evidências de coronavírus no cérebro de uma criança

Ainda não se sabe se o vírus consegue se replicar dentro do cérebro

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nessa segunda-feira (14), a bioRxiv comunicou que pesquisadores brasileiros encontraram evidências de que o coronavírus pode afetar o sistema neurológico dos pacientes infectados. De acordo com eles, o vírus é capaz de invadir o cérebro humano. As informações ainda precisam passar por revisão.

Por meio de uma necropsia de uma criança de 1 ano e 2 meses, cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) constataram não só a presença do novo coronavírus no cérebro do cadáver como o desmantelamento dos tecidos cerebrais.

Ainda não se sabe se o vírus consegue se replicar dentro do cérebro.

Segundo informações da bioRxiv, o ventrículo lateral e o plexo coróide podem ser uma alternativa de entrada do coronavírus no sistema nervoso. De acordo com a equipe, o vírus não se alastra para o parênquima cerebral (responsável pelo desenvolvimento das funções cerebrais).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade