fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Caso Ísis Helena: corpo da menina é encontrado

Jennifer Natalia, mãe da garotinha, indicou o local e confessou ter enterrado o corpo da filha

Avatar

Publicado

em

Foto: Arquivo Pessoal
PUBLICIDADE

Na manhã desta quarta-feira (29), o corpo da menina Ísis Helena, de 2 anos, foi encontrado enterrado próximo de uma ponte na cidade de Itapira, interior de São Paulo. A criança estava desaparecida há mais de 50 dias. Jennifer Natalia, mãe da garotinha, indicou o local e confessou ter enterrado o corpo da filha.

 A mãe, de 21 anos, fez uma cova debaixo de uma das pontes do rio do Peixe, local onde todos os dias os bombeiros passavam para colocar no rio os barcos usados nas buscas pela menina. O lugar é de terra vermelha, pequeno e de acordo com os policiais a cova não era rasa. Agora, os agentes querem saber se Jennifer usou algum tipo de ferramenta para cavar. 

Durante as buscas, as equipes até usaram um sonar para ter algum sinal do corpo de Ísis no rio do Peixe, local onde a garota teria sido jogada. Moradores da região também ajudaram na busca com barcos próprios. 

O corpo de Ísis Helena será levado para a perícia. Lá os profissionais irão analisar o cadáver e identificar a causa da morte. É preciso investigar se a garota ingeriu uma superdosagem de remédio ou se havia hematomas no corpo da criança. Ísis fazia uso de medicamentos controlados porque nasceu prematura e com microcefalia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia 20 de abril, a mãe confessou que participou da morte da filha. Ela foi presa por suspeita de envolvimento no crime após os cães farejadores indicarem vestígios da presença dela e da menina nos arredores de uma cachoeira. Jennifer Natalia cumpre prisão preventiva acusada de homicídio por dolo eventual e ocultação de cadáver. 

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade