Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Após notícias de prisão em Brasília, cantor Paraná se pronuncia na web

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Ana Lúcia Ferreira
ana.ferreira@grupojbr.com

Após divulgações sobre a suposta prisão do cantor Paraná, da antiga dupla com Chico Rey, pela Polícia Federal nesta quinta-feira (24) em Brasília, o músico utilizou as redes sociais para se pronunciar sobre o ocorrido. Em seu Instagram,  o sertanejo José Cláudio Gomes, 62 anos, postou um vídeo em que se explica sobre o ocorrido.

Na gravação, Paraná diz que tudo não passou de um mal entendido por parte da Polícia Federal e que os objetos que trouxe dos Estados Unidos são permitidos por lei. O cantor ainda afirmou que as notícias veiculadas sobre a sua prisão em flagrante eram falsas e que a assessoria jurídica foi acionada para as medidas cabíveis.

“Fui lá cantar  ‘umas modas’ e  trouxe algumas coisas e, a Polícia Federal entendeu que era ilícito apenas uma câmera. Ela entendeu que era uma luneta de visão noturna, mas é uma câmera de filmagem que uso para filmar os animais silvestres aqui da minha chácara. Mas, está dentro da resolução da Portaria nº 56, de 5 de julho de 2017. Eu me retratei, não houve flagrante nenhum e estou aqui apenas me desculpando com vocês”, disse.

A assessoria jurídica também soltou uma nota em que informa que as notícias sobre a prisão seriam falsas. O comunicado diz que o cantor prestou todos os esclarecimentos às autoridades e está em liberdade à disposição para eventuais questionamentos.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Depois de uma maratona de shows lindos nos Estados Unidos, pouso em Brasília tranquilo, em paz, apenas querendo chegar logo em minha casa para descansar. Porém, assim que chego, sou convidado pela Polícia Federal a expor meus pertences. Neste momento, os agentes identificam um objeto aparentemente suspeito de ser ilícito. Me convidam para prestar esclarecimentos. Assim o fiz. Em pouco eu já estava em casa, descansando, até receber a primeira ligação de muitas, de pessoas preocupadas se eu estava bem. Não houve prisão em momento algum! Não estou respondendo nada em liberdade, nenhum inquérito foi aberto. Não estava portando nada ilícito. DENUNCIEM NOTÍCIAS FALSAS. Obrigado, Paraná

Uma publicação compartilhada por Paraná (@paranaoficial) em

Entenda

O cantor Paraná foi abordado pela Polícia Federal na tarde desta quinta-feira (24) no Aeroporto Internacional de Brasília. Ele chegou a ser encaminhado para a Superintendência Regional da Polícia Federal, no Setor Policial Sul.

O motivo da abordagem seria porque o músico tinha em sua posse uma luneta de visão noturna –  acessório de uso restrito para armas. Entretanto, o cantor alegou que usaria o acessório para caça de animais.

 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade