fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Vinte e sete pessoas morrem no Irã depois de beber álcool adulterado para ‘curar’ o coronavírus

O Irã é o terceiro país do mundo mais afetado pela epidemia, depois da China e da Itália, com um saldo até agora de 237 mortos

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Vinte e sete pessoas morreram intoxicadas no Irã após beber álcool adulterado, acreditando num boato falso de que as bebidas alcoólicas ajudam a curar o novo coronavírus, informou nesta segunda-feira a agência oficial iraniana Irna.

O Irã é o terceiro país do mundo mais afetado pela epidemia, depois da China e da Itália, com um saldo até agora de 237 mortos.

O consumo e a venda de álcool são proibidos no Irã, mas a mídia local frequentemente fala sobre intoxicações mortais com álcool de contrabando.

Segundo a agência Irna, 20 pessoas morreram na província de Khuzestán (sudoeste) e as outras sete na província de Alborz, perto da capital Teerã.

Agence France-Presse

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade