fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

URGENTE: Futura presidente interina da Bolívia anuncia que convocará eleições

Trump diz que queda de Morales ‘envia sinal a regimes ilegítimos’

Aline Rocha

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

A futura presidente interina da Bolívia, segundo a ordem constitucional, a senadora Jeanine Añez, disse nesta segunda-feira que serão convocadas eleições depois da renúncia de Evo Morales, para que “em 22 janeiro já tenhamos um presidente eleito”.

“Vamos convocar eleições com personalidades comprovadas, que realizem um processo eleitoral que reflita o desejo e o sentimento de todos os bolivianos”, disse à imprensa na entrada da Assembleia Legislativa de La Paz a segunda vice-presidente do Senado, a quem corresponde a presidência interina após a renúncia de todos aqueles que a precederam na linha de sucessão a Morales.

Trump diz que queda de Morales ‘envia sinal a regimes ilegítimos’

Na segunda-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, saudou a queda do líder esquerdista da Bolívia, Evo Morales, como um sinal para regimes “ilegítimos” e elogiou o papel dos militares.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Esses eventos enviam um forte sinal aos regimes ilegítimos da Venezuela e da Nicarágua de que a democracia e a vontade do povo sempre prevalecerão”, disse Trump, referindo-se a duas outras nações latino-americanas de esquerda que são alvo do governo Trump.

 

© Agence France-Presse




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade