fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Reino Unido: ONS diz que número de mortes por covid-19 pode ser 41% maior

Segundo a ONS, 83,9% das mortes por causa da covid naquela semana ocorreram em hospitais e o restante em residências particulares e casas de repouso

Avatar

Publicado

em

Imagem ilustrativa: AFP
PUBLICIDADE

O número de mortes por covid-19 no Reino Unido pode ser mais de 41% maior do que o conhecido até o momento, conforme informou nesta terça-feira, 21, o Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês), o equivalente ao IBGE local A instituição fez um levantamento com base nos dados da Inglaterra e País de Gales (portanto Escócia e Irlanda do Norte estão fora da coleta).

Nesses dois países, segundo dados semanais até 10 de abril, houve pelo menos 13.121 mortes ligadas ao coronavírus. Oficialmente, no mesmo período, os dados dão conta de que 9.288 pessoas morreram, uma diferença de quase 4 mil casos e que sugere que o número total de falecimentos confirmados pelo governo ontem, de 16.509 pessoas, pode, na realidade, superar os 23 mil.

Os números foram avaliados como “chocantes” pela imprensa britânica. O coronavírus foi um fator de letalidade em 33,6% de todas as mortes na semana em questão contra 21,2% da anterior – em Londres, o porcentual foi de 53,2%.

Segundo a ONS, 83,9% das mortes por causa da pandemia naquela semana ocorreram em hospitais, com o restante ocorrendo em residências particulares e casas de repouso. Neste último grupo, o número de mortes foi o dobro nos sete dias até 10 de abril do que o registrado quatro semanas antes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A fatia de 83,9% significa que mais de 15% das mortes por covid-19 na Inglaterra e no País de Gales ocorrem fora do hospital – pelo menos foi o que ocorreu na semana em questão. A taxa é maior do que o imaginado até aqui. Ontem mesmo, a diretora médica de Saúde Pública da Inglaterra, Yvonne Doyle, disse que 90% das mortes por coronavírus ocorriam nos hospitais.

 

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade