Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Reino Unido: companhia aérea suspende operação por incertezas com Brexit

Centenas de passageiros em toda a Europa ficaram retidos pelo abrupto encerramento das operações da companhia aérea britânica Flybmi. A British Midland Regional Limited, que opera como Flybmi, disse que está entrando com pedido de suspensão – uma versão britânica da falência – por causa dos custos mais altos de combustível e da incerteza causada pela saída da Grã-Bretanha da União Européia.

“O cenário atual e as perspectivas futuras também foram seriamente afetados pela incerteza criada pelo processo Brexit, que levou à nossa incapacidade de garantir contratos de voo na Europa e à falta de confiança em relação à capacidade da empresa de continuar voando entre destinos na Europa”, afirmou a companhia aérea em seu site no final do sábado.

A Flybmi agradeceu aos trabalhadores por sua dedicação e disse que “é com o coração pesado que fazemos este anúncio inevitável”.

A companhia operava 17 jatos em rotas para 25 cidades europeias. Empregava 376 pessoas na Grã-Bretanha, Alemanha, Suécia e Bélgica e diz que transportou 522.000 passageiros em 29.000 voos no ano passado.

O chefe do sindicato dos pilotos, Brian Strutton, disse que o colapso da companhia veio sem aviso prévio e “é uma notícia devastadora para todos os funcionários”. “Nossos passos imediatos serão apoiar os pilotos da Flybmi e explorar com os diretores e administradores se seus empregos podem ser salvos”, ele disse.

A Grã-Bretanha deve deixar a UE em 29 de março, mas há sérias dúvidas sobre a aprovação de um acordo de saída pelo paramento. Isso está tornando mais difícil para as empresas planejarem a separação.

A Flybmi disse que todos os voos serão cancelados e aconselhou os passageiros a solicitarem reembolso de emissoras de cartão de crédito, agentes de viagens ou companhias de seguro de viagem.

Os passageiros foram orientados a não se deslocar ao aeroporto no domingo, a menos que tivessem feito acordos diretamente com outras companhias aéreas. A Flybmi disse que não iria acomodar passageiros em voos de outras companhias aéreas. Muitos passageiros ficaram retidos pelo desligamento. Fonte: Associated Press.

Fonte: Estadao Conteudo

Você pode gostar
Publicidade