fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Polícia de Hong Kong usa gás lacrimogêneo para dispersar manifestação pró-democrática

Manifestações foram motivadas pelo debate de um projeto de lei que penaliza com até três anos de prisão qualquer ofensa ao hino nacional chinês

Avatar

Publicado

em

Manifestante é retirado de protesto depois de a polícia usar gás lacrimogêneo neste domingo (24) / Foto: Reuters
PUBLICIDADE

Com o intuito de dispersar a multidão, a polícia de Hong Kong usou spray de pimenta durante uma manifestação pró-democrática, nesta quarta-feira (27). Durante a ação, pelo menos 16 pessoas foram presas.

As manifestações foram motivadas pelo debate de um projeto de lei que penaliza com até três anos de prisão qualquer ofensa ao hino nacional chinês. Além disso, uma decisão anterior imposta pela China determinou que os cidadãos de Hong Kong sejam punidos em casos de traição, subversão e sedição (rebelião). No domingo (24), os manifestantes organizaram protestos contra a medida. 

A líder do executivo local, Carrie Lam, afirmou que deseja colocar a nova lei em prática o mais rápido possível. O movimento pró-democracia vê esse projeto como o ataque mais grave às liberdades de Hong Kong desde que o enclave foi devolvido à China em 1997.

 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade